As PANC são POP!

Home » Alimentos, Dia-a-dia, Dicas, Mundo Comida, Você Sabia? » As PANC são POP!

on jul 30, 18 • por • com Sem Comentários

As PANC são POP!

Pin It

Presentes muitas vezes em nossos jardins, essas plantas também podem estar presentes no seu prato.

As Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC) é um nome designado para classificar as plantas alimentícias que não são comuns no dia-a-dia das nossas refeições. Muitas vezes encontradas nos jardins das nossas casas, podem ser denominadas como ervas daninhas, invasoras ou pragas, mas as PANC tem ganhado cada vez mais espaço na mesa dos brasileiros.

As PANC ainda são subutilizadas, mas são opções nutritivas e muito acessíveis do ponto de vista econômico. O consumo desses alimentos pode aumentar o valor nutritivo das refeições e preparações, além de reduzir a monotonia alimentar. Além de folhas e sementes, flores também fazem parte desta classificação.

Dentre as PANC mais populares, podemos citar:

  • Taioba: Suas folhas são consumidas refogadas ou cozidas (são tóxicas quando cruas). Rica em vitamina K, uma vitamina essencial no processo de coagulação, e fibras;
  • Serralha: Rica em luteína, uma substância da família dos carotenoides com ação protetora da retina. Pode ser consumida crua, em forma de salada ou refogada;
  • Ora-pro-nobis: Muito comum nos quintais mineiros e consumido com frango ou angu. Fonte de proteínas e ferro, pode fazer parte da alimentação de vegetarianos;
  • Capuchinha: Apresenta sabor picante, semelhante ao agrião. Além das folhas, as flores também podem ser consumidas, trazendo mais nutrientes e beleza ao prato. Rica em antioxidantes, como antocianinas, protetoras do coração e luteína, bom para a saúde ocular.

 

PANC: lindas, saudáveis e gostosas!

PANC: lindas, saudáveis e gostosas!

 

Vale ressaltar que o que pode ser não convencional na região norte do país, pode ser convencional na região sudeste. E cuidado, nem todo mato no seu jardim pode ser uma PANC, prefira adquiri-las de quem conhece e sabe identificá-las.

O consumo destas plantas é considerado como um resgate a valorização das hortaliças promovendo muitos ganhos culturais, sociais, econômicos e nutricionais.

 

Tags: ,

Artigos Relacionados


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


« Artigo Anterior

Próximo Artigo »

Scroll to top