O açafrão e seus mistérios

Home » Alimentos, Dicas » O açafrão e seus mistérios

on ago. 26, 12 • por • com Sem Comentários

O açafrão e seus mistérios

Pin It

Sabe aquela especiaria que parece um monte de fio de cor laranja escuro?

Então, ela se chama açafrão, que nada mais é que os estigmas secos da flor do açafrão. Ele seoriginou na Grécia e na Ásia e, desde a antiguidade é utilizado.

Resolvi falar sobre o açafrão, pois há dados muito interessantes sobre ele que descobrirão logomais, com a leitura desse post.

Hoje é cultivado na maioria dos países mediterrâneos, em especial, na Espanha, já que é item essencial na tradicional paella.

Você sabia que atualmente é considerada a especiaria mais cara do mundo?
Nãaaaooooo?! Então fique sabendo…

Ele recebeu essa “medalha”, pois são necessárias 75 mil flores para se obter 500g de açafrão,além do trabalho ser totalmente artesanal onde os três estigmas de cada flor são retirados. Impressionante, não é mesmo?

No mercado mundial, há uma grande movimentação desse produto, portanto, o número de flores que são coletadas para atender a demanda, é astronômico.

Suspeite quando achar açafrão barato, viu galera??? Muitas vezes, ele é adulterado, justamente por custar tão caro. Isso acontece mais com o açafrão em pó que é comercializado naqueles pacotinhos.

Açafrão: depois de saber como é produzido, não vai achar tão caro assim.

O bom açafrão deve ser fresco, ou seja, que tenha sido coletado em, no máximo, um ano. É isso mesmo, nada de comprar açafrão idoso. Deve ter também cor laranja vivo (esqueça os amarelados, desbotados ou com manchas), com perfume forte e sabor amargo que lembra um pouco o mel.

Quer saber se o açafrão é verdadeiro? Olha um truquezinho!!! Aqueça água e coloque alguns estigmas, se ele se expandir imediatamente e a cor se revelar com facilidade, você acertou no momento da compra. Caso contrário, vá lá reivindicar seus direitos como consumidor!!!

Basta uma pequena quantidade para colorir e aromatizar os alimentos, e assim, é utilizado na alta gastronomia, como no risota à la milanaise, que é uma gostosura. Todos que tiveremoportunidade, por favor, provem! Não vão se arrepender…

Tenho certeza que, da próxima vez que verem nosso querido açafrão sentadinho nas gôndolasdos mercados e empórios, olharão com outros olhos e não acharão tão caro assim.

Beijocas,
Dra. Juliana Tomandl Fontes

Tags: , , , ,

Artigos Relacionados


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


« Artigo Anterior

Próximo Artigo »

Scroll to top