Molho Pesto: Conheça suas Mil e Uma Possibilidades

Home » Alimentos, Dia-a-dia, Dicas, Mundo Comida, Receitas Saudáveis » Molho Pesto: Conheça suas Mil e Uma Possibilidades

on jun 15, 18 • por • com Sem Comentários

Molho Pesto: Conheça suas Mil e Uma Possibilidades

Pin It

Muito versátil, o molho pesto surgiu na cidade de Gênova, na Itália. A região, devido ao clima favorável, tem uma grande variedade de ervas e seus moradores sabem muito bem fazer o uso delas na cozinha. O primeiro registro que se tem deste molho está em um dos escritos dos irmãos Ratto, o“Cuciniera Genovese”. E a palavra pesto vem do verbo italiano “pestare”, que significa macerar. E é assim que os italianos faziam com o manjericão para preparar o molho: maceravam bastante para fazer exalar o aroma e acentuar seu sabor.

Gênova tem tanto orgulho do seu pesto que, praticamente, todas as famílias têm sua própria receita. Mas muitas regiões da Itália foram criando suas próprias versões do pesto e hoje é comum encontrar nos mercados italianos pestos genoveses, pestos sicilianos ou variações com pistache, ricota, nozes, amêndoas…

Pesto 1

Na receita original, os ingredientes são simples: azeite extra virgem, manjericão, pinoli, queijos pecorino e parmesão, sal e alho. O resultado é uma combinação leve, mas de sabor marcante, e que vai bem em inúmeros pratos, sejam eles quentes, ou frios.

Massas, saladas, sanduíches, aves… As combinações com o molho pesto são infinitas! Ele finaliza muito bem nhoques e linguine; dá o seu sabor a sanduíches de tomate seco, frango, salmão, queijo… Incrementa saladas, tempera batatinhas em conversa e empresta seu toque e umidade ao frango, seja assado, ou grelhado.

E para os amantes de um bom vinho, a boa notícia é que ele também vai muito bem com vinhos brancos de corpo médio, mais frescos e frutados. E para conhecer mais sobre os diferentes tipos de vinho, veja nossos posts sobre o assunto :)

Agora, chega de tanto falar!

Vamos à receita do autêntico Molho Pesto Genovês!

Ingredientes:

  • 2 xícaras (chá) de manjericão fresco
  • ½ xícara (chá) de pinoli
  • 1 xícara (chá) de queijo parmesão ralado
  • 2 dentes de alho
  • 1 ½ xícara (chá) de azeite
  • Sal a gosto

Modo de preparo:

Se você quiser mesmo sentir o gostinho do pesto que os genoveses fazem em casa, a dica é usar o pilão. Ele ajuda a liberar o máxico do sabor e do aroma do manjericão – e ele é a alma do nosso molho!

Para isso, coloque no pilão o sal e, logo em seguida, o manjericão. Amasse as folhas até criar uma pasta homogênea e acrescente os outros ingredientes. Deixe o azeite por último. Pronto! Seu molho pesto está pronto para ser degustado.

Para os que prezam pela facilidade, use o liquidificador. Coloque todos os ingredientes, exceto o azeite. Este deve ser incorporado aos poucos até que o molho fique na textura desejada. Não se esqueça de dar pequenas pausas no liquidificador para evitar o aquecimento.

O pesto não precisa ser consumido imediatamente. Bem armazenado, ele aguenta por alguns dias na geladeira e é possível congelá-lo. Para usá-lo, basta deixar descongelar em temperatura ambiente.

Agora que você já sabe como preparar esse molho que, apesar de facinho, pode fazer milagres na sua cozinha, conta para gente: como você mais gosta de usar o pesto? Massas? Sanduíches?

 

Tags: , , , ,

Artigos Relacionados


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


« Artigo Anterior

Próximo Artigo »

Scroll to top