Como Preparar uma Marmita Saudável?

Home » Alimentos, Dia-a-dia, Dicas, Dietas, Você Sabia? » Como Preparar uma Marmita Saudável?

on maio 4, 17 • por • com Sem Comentários

Como Preparar uma Marmita Saudável?

Pin It

Ter os alimentos saudáveis já preparados na geladeira auxilia na hora de manter a dieta, a saúde e o orçamento em dia.

Ter uma alimentação saudável pode ficar muito mais fácil quando há uma programação prévia para isso. Preparar previamente os seus alimentos e deixá-los prontos para o consumo pode ser uma mão na roda na hora de fazer dar certo. Além de ser mais saudável, levar marmita para o trabalho pode ser bem mais econômico do ponto de vista financeiro. E chegar em casa com a comida já pronta na geladeira, além de poupar tempo, evita que você escolha qualquer alimento para o jantar.

Para fazer dar certo é necessário planejar. E por isso, estamos aqui para ajudar nesta primeira etapa:

– Prefira um recipiente de vidro para armazenar a sua comida, pois o plástico ao ser aquecido pode contaminar o seu alimento com bisfenol A e outras substâncias que podem fazer mal para a sua saúde. Evite-os;

– Escolha alimentos variados, pois desta forma, contemplaremos diversos nutrientes em sua refeição. Faça as compras pensando nos alimentos saudáveis como os vegetais, cereais integrais, grãos, proteínas mais magras como frango e peixe;

– Você pode higienizar a sua salada previamente, mas é necessário guarda-la seca num recipiente fechado, assim as verduras irão durar mais tempo na geladeira. Utilize uma secadora de vegetais (você encontra em loja de utensílios para casa/ cozinha) ou papel toalha para auxiliar na secagem e guarde-as num recipiente fechado dentro da geladeira, prontos para serem consumidos. Vegetais congelados e aquelas saladas já higienizadas também são bem vindas;

– Um modo bem prático de fazer os vegetais é escolher de 2 a 3 distintos, como abobrinha, berinjela e cenoura, cortar em pedaços, colocar numa assadeira com um pouco de óleo de coco ou azeite e ervas e assar. Se preferir, pode cozinhar ou refogar. Pode-se fazer uma quantidade para durar cerca de 5 dias, que é o tempo que dura dentro da geladeira de casa. Na semana seguinte, só mudar os vegetais escolhidos; simples assim;

– Para a proteína animal, vale carne moída, peito de frango grelhado ou desfiado, carne de panela, ovo cozido ou mexido, omelete, hambúrguer vegetariano, quibe tradicional ou versão veggie. Se fizer um desses, pode deixar na geladeira para consumo em até 5 dias ou, se preferir, congele; no caso do ovo, seja cozido, seja mexido seja em omelete, a validade é de um a dois dias e não dá certo congelar.

– Para a proteína vegetal, você pode fazer feijão e deixar na geladeira para ser consumido durante a semana, ou ainda, ser congelado. O mesmo vale para a lentilha, a ervilha, o grão-de-bico e a soja (não transgênica, por favor). Só não esqueça de deixar de molho por, pelo menos 8 horas, antes de ser cozido, trocando a água mais de uma vez;

– Para o carboidrato, você pode fazer arroz integral no final de semana e manter na geladeira para ir consumindo na semana. Pode também, fazer rodelas assadas de batata doce ou de mandioca ou de mandioquinha para consumo na semana… se preferir, pode só cozinhar também;

– Abuse dos temperos naturais e/ou secos, como cebola, alho, salsinha, cebolinha, orégano, alecrim, manjericão, tomilho… isso trará mais sabor e saúde às preparações, além de ajudar a conservar melhor os alimentos;

– Armazene os alimentos sempre num recipiente fechado, na geladeira ou numa bolsa térmica, assim garantimos segurança da nossa saúde;

– Evite fritura, além de não ficarem tão apetitosas depois de alguns dias de preparo, as preparações fritas não são saudáveis. Além disso, evite alimentos com molhos e ovos, pois podem estragar mais facilmente.

Veja como montar a sua marmita sem perder a saúde:

Como montar um prato saudável– Metade do prato deve ser de vegetais – crus, refogados ou cozidos;

– Escolha uma proteína animal (carne, frango, peixe, ovo) e uma opção de proteína vegetal (feijão, lentilha, grão de bico, ervilha e soja);

– ¼ do prato deve ser de alimentos fonte de carboidrato como mandioca, mandioquinha etc;

– Se quiser levar sobremesa, prefira uma fruta.

Tags: , , , , , , , , , , ,

Artigos Relacionados


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


« Artigo Anterior

Próximo Artigo »

Scroll to top